Descubra aqui tudo sobre a técnica milenar Shiatsu

De você está ligada no mundo da beleza e estética, frequenta spa e adora massagem, certamente já ouviu falar sobre a técnica japonesa massoterapêutica denominada como Shiatsu. Há muito conhecimento envolvido nessa técnica e você, provavelmente, não faz ideia!

Hoje, neste post, vamos contar a você tudo sobre essa técnica milenar, além de apresentar as indicações, contraindicações e diversos outros pontos. Percebeu como o conteúdo de hoje está incrível? Pois é! E é claro que você não pode perder todo esse conhecimento!

Preparada para descobrir tudo sobre o Shiatsu? Então siga a leitura!

No que consiste o Shiatsu e como a terapia funciona?

Vamos começar identificando a tradução do nome, de origem japonesa, onde SHI significa dedos e ATSU significa pressão. A partir da tradução literal da palavra, a gente começa a compreender a essência dessa massagem que consiste em fazer “pressão com os dedos”.

A técnica relaciona os costumes clássicos das massagens japonesas e a teoria dos meridianos da medicina tradicional chinesa — que afirma a presença de linhas pelo corpo que se conectam a locais mais sensíveis ao toque, e portanto, à pressão —.

Pensando então na funcionalidade principal do Shiatsu, provocará sensações de bem-estar e relaxamento.

Todos esses benefícios se conectam à ideia de que possuímos corpos energéticos, nos quais há canais que transportam a energia vital, chamada ki, por diversos pontos e distribuída pelos meridianos — segmentos específicos dos corpos —.

Voltando para os benefícios da técnica e partindo da explicação dos corpos energéticos, o Shiatsu trabalha o equilíbrio da energia do corpo, percebendo em quais pontos há o acúmulo de energia, jitsu, e onde há a carência de energia, kyo. Assim que o fluxo de energia do corpo for equilibrado, a saúde física, espiritual e emocional do paciente também encontrará equilíbrio.

Qual é a história da técnica e como ela surgiu?

A cura do corpo utilizando as mãos é uma teoria muito antiga: já presente nos escritos antigos das civilizações orientais, como China, Japão, Índia, Mesopotâmia e Egito. Pensando apenas na origem do Shiatsu, as primeiras inscrições sobre a técnica possuem mais de 5 mil anos e vieram dos sacerdotes taoístas advindos das montanhas da China.

Eles aplicavam a pressão com as mãos a fim de recuperar a harmonia entre o corpo e a energia vital, ki.
Algum tempo depois a execução dessa técnica foi levada ao Japão, e conhecida pelos sábios da Medicina Oriental, os quais relacionavam os estudos com outras técnicas também muito conhecidas atualmente, como: acupuntura, Do-In e moxabustão.
Mas apenas no século XII que o Shiatsu foi realmente criado e efetivado. Isso ocorreu no Japão e tem como principal influência uma outra técnica de massagem chinesa, a Anma, que também utiliza a fricção dos dedos no corpo para aliviar, nesse caso, a tensão.

Esses conhecimentos citados estão presente no antigo livro “Princípios de Medicina Interna do Imperador Amarelo” que tem mais de 2 mil anos e é um dos primeiros registros datados e formalizados sobre o assunto.

Como a terapia é executada?

Relembrando o significado do termo SHIATSU (pressão com os dedos) a compreensão de como a terapia funciona se introduz, mas é importante saber que além dos dedos, a execução pode se dar com a palma da mão ou somente com os polegares. Há alguns casos, e pontos específicos, que o profissional pode optar por usar os cotovelos, mas nunca por elementos eletrônicos ou aparelhos mecânicos.

Se a sua saúde está prejudicada ou se o funcionamento do seu corpo está desequilibrado, vale a pena marcar uma sessão de Shiatsu, no spa ou em uma casa de massagens, para vivenciar o reequilíbrio do seu organismo.

Vale considerar que, por mais que pareça uma simples massagem, o atendimento do Shiatsu vai além: quando o paciente busca tal terapia focando em um problema ou reclamação para com o corpo, haverá uma análise completa do contexto de vivência, a fim de concluir um atendimento e um cuidado integral.

Quais são os benefícios e as indicações do Shiatsu?

Quando comentamos sobre o “atendimento e cuidado integrais” ocorridos pelos Shiatsu, estamos falando sério. Isso ocorre pelo motivo direto de que a técnica, além de reequilibrar a energia vital, também faz a manutenção da saúde do paciente, previne doenças e alinha o espírito, mente e corpo de forma holística.

O foco da técnica é muito distante de apenas mascarar ou eliminar os sintomas desagradáveis, como stress, dores e angústias, ele trabalha o equilíbrio completo do corpo e retoma, portanto, o estado inicial do equilíbrio.

Partindo dessa explicação completa e também considerando os benefícios já apresentados, você já deve imaginar que o Shiatsu pode ser introduzido aos tratamentos de diversas doenças de forma complementar.

Veja a lista de algumas das principais complicações que a técnica de massagem pode auxiliar no processo de cura ou alívio de sintomas:

• Depressão;
• Ansiedade;
• Problemas de autoestima;
• Insônia;
• Distúrbios do sono;
• Doenças nos rins;

Além disso, preparamos uma lista completa que explana os principais benefícios ocorridos pela rotina de vivência do Shiatsu. Veja:

• Alívio nas dores de cabeça;
• Redução no stress;
• Redução na tensão do corpo;
• Alívio nas dores musculares;
• Sensação de relaxamento e bem-estar;
• Prevenção de doenças por falta de imunidade;
• Melhora na circulação linfática;
• Melhora na circulação sanguínea.

Há alguma contraindicação para/com a técnica?

Na introdução comentamos que há um grupo de pessoas que não são recomendados para a técnica, você lembra? Pois bem, assim como qualquer tratamento, o Shiatsu também apresenta uma lista de público contraindicado para vivenciar a técnica, já que alguns movimentos e pressões podem prejudicar o andamento dos tratamentos corretivos ou qualquer outro processos.

Você pode conferir a lista que preparamos sobre isso a seguir:

• Pessoas com osteoporose;
• Grávidas no 3 primeiros meses de gestação;
• Pacientes com câncer;
• Pessoas que estão sofrendo com fraturas, edemas ou varizes;
• Pacientes que fizeram cirurgias atuais;
• Pessoas com processos inflamatórios agudos internos.

Quais são as vantagens de escolher o Shiatsu?

Não é novidade para ninguém da sabedoria envolvida nas técnicas da medicina oriental, concorda? Portanto, introduzir qualquer terapia com essa origem, estando ou não em tratamento específico, é uma ótima ideia.

Além disso vale considerar que o Shiatsu não utiliza nenhum elemento ou medicamento para reproduzir seus benefícios, o que vai garantir a você a ausência de qualquer dano à saúde. Muito pelo contrário, já que os benefícios do equilíbrio energético estão ligados diretamente à melhora da saúde corpórea.

Se você se interessou pela técnica e por tudo de bom que ela oferece, e está curiosa para viver esses momentos de reconexão com a sua energia, vale a pena se presentear com sessões dessa terapia tão antiga e sábia. Tenha certeza de que a sua mente, o seu espírito e, é claro, o seu corpo vão agradecer profundamente pelos momentos de experimentação e contato com o Shiatsu.

Fica a dica que, caso você tenha curiosidade em saber mais ou esteja carregando uma dúvida não esclarecida neste post, você deve consultar um profissional do Shiatsu para conversar e debater um pouco mais sobre o assunto.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of